CONSULTAS

Um check-up bem feito é um fator importante para uma vida saudável

PROCEDIMENTOS

Audiometria, Holter, ECG, MAPA, e Preventivo Ginecológico são alguns dos procedimentos realizados

IMAGENS

Mais segurança e agilidade através dos exames de imagem com visualização 3D

LABORATÓRIO

Primeiro laboratório da região a dispor de cerficado ISO9001:2008

A · C · D · E · F · G · H · I · L · P · S · T · U

TSH

O que é?

Quando a função hipotálamo-hipofisária está intacta, pequenas alterações nas concentrações dos hormônios tireoidianos livres resultam em grandes alterações nas concentrações séricas de TSH, tornando este o melhor indicador de alterações discretas da produção tireoidiana.

Indicações: Avaliação da função tireoidiana. Interpretação clínica: TSH elevado geralmente é visto no hipotireoidismo, associado a T4livre baixo. Se o TSh está elevado com T4 livre ainda normal trata-se de quadr de hipotireoidismo sub clínico.

O contrário ocorre no hipertireoidismo, que cursa com TSH suprimido e T4 livre elevado. E, se T4 livre ainda está em ívei snormais e TSH claramente suprimido ou na faixa entre 0,1 e 04 ?UI/mL, trata-se de hipertireoidismo subclínico.

Na doença não tireoidiana menos grave, pode-se observar: TSH e T4 normais, T3 diminuído e T3 reverso elevado. No estágio mais severo: TSH normal ou baixo/suprimido, principalmente nos pacientes em uso de dopamina e glicocorticoides; T4 também diminui, e, na fase de recuperação, o TSH se eleva, voltando posteriormente, ao normal. A insuficiência suprarrenal cursa com TSH elevado, que diminui após a reposição de corticosteroide. A anorexia nervosa cursa com TSH e T4L baixos.

São vários os medicamentos que podem interferir com dosagem do TSH. A maioria exerce interferência funcional, principalmente quando utilizados em 2 ou 3 associações. Alguns frequentemente usados, frequentemente aumentando TSH: amiodarona, beta bloqueadores (principalmente propranolol), carbamazepina, difenilhidantoina, espironolactona, fenobarbital, furosemida, lítio, medicamentos contendo iodo, metoclopramida e sulfonluréias, entre outros.

Alguns que podem interferir diminuindo o TSH: ácdo acetil sallicílico, corticosteroides, agonistas dopaminérgicos, fenclofenaco, heparina, metformina, nifedipina, piridoxina e entre outros. Outros, podem interferir aumentando ou dimunuyindo-o, como anfetaminas e hormônios esteroides.

Sugestão de leitura complementar: Garber JR, Cobin RH, Gharib H, et al. Clinical Practice Guidelines for Hypothyroidism in Adults: Cosponsored by the American Association of Clinical Endocrinologists and the American Thyroid Association. Thyroid. 2012; 22 (1): 1201-35. Guber HA, Farag AF, Lo JS, Sharp JW. Evaluation of Endocrine Function. 21st ed.; 2007.

Veja como é realizado seu exame. Clique aqui.

Outros Nomes

Instruções

Agendamento

Este exame não necessita agendamento

Prazo de Entrega

24 horas

Contra-indicações

Este exame não possui contra-indicações

Imagens

Nenhuma imagem para este exame

Últimas do Blog

Mitos, verdades e dicas de alimentação para diabéticos

Uma dieta deve variar de acordo com o quadro de cada pessoa, isso também ocorre com pessoas diabéticas. Existem mu...

Continuar Lendo »

Remédio para pressão alta ajuda a prevenir demência, diz estudo

Um estudo realizado entre 774 homens sugere que a ingestA?o de betabloqueadores pode reduzir o risco de demA?ncia. O med...

Continuar Lendo »

Casca de romã previne o mal de Alzheimer, mostram pesquisas da USP

Uma pesquisa realizada na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), da Universidade de SA?o Paulo, em Pira...

Continuar Lendo »
Agendamento por Whatsapp