CONSULTAS

Um check-up bem feito é um fator importante para uma vida saudável

PROCEDIMENTOS

Audiometria, Holter, ECG, MAPA, e Preventivo Ginecológico são alguns dos procedimentos realizados

IMAGENS

Mais segurança e agilidade através dos exames de imagem com visualização 3D

LABORATÓRIO

Primeiro laboratório da região a dispor de cerficado ISO9001:2008

Mitos, verdades e dicas de alimentação para diabéticos

Uma dieta deve variar de acordo com o quadro de cada pessoa, isso também ocorre com pessoas diabéticas. Existem muitos mitos que envolvem a alimentação para diabéticos, quase incontáveis. Alguns dizem que o portador de diabetes não deve consumir carboidratos ou nenhum tipo de açúcar e não deve consumir carne vermelha.

Uma dieta balanceada adequada para cada pessoa só pode ser fornecida ao paciente através de um nutricionista qualificado, que acompanhará os níveis de glicemia, de colesterol, o peso, o grau de atividade física do indivíduo e seus gostos alimentares.

Mas existem algumas recomendações são iguais para qualquer pessoa, a exemplo do número de refeições, três vezes, com pequenos lanches nos intervalos.

Por este motivo trazemos algumas dicas de alimentos e cuidados necessários ao planejar a sua alimentação:

Legumes e verduras

Ricos em fibras, vitaminas e minerais antioxidantes, os legumes e verduras são importantes à nutrição e à saúde de todas as pessoas, mais ainda dos diabéticos, cuja dieta deve ser rica e variada nesses alimentos. “A regra é colorir o prato e variar de acordo com legumes e verduras da estação”, aconselha Ellen.

Uma boa opção é preparar sopas, você pode ver aqui 5 receitas de sopa para diabéticos.

Pessoas com diabetes são totalmente proibidas de comer doces?

Não. Atualmente já se tem o conhecimento que o que mais importa para o bom controle da glicemia é a quantidade de carboidratos ingerida e não o tipo de carboidrato. O açúcar é apenas um tipo de carboidrato. Entretanto, como se deve controlar a quantidade de carboidratos ingerida, o melhor é evitar a adição do açúcar, o qual eleva a glicemia rapidamente e tem pouco valor nutricional. Assim, é melhor que se escolha carboidratos provenientes de frutas, cereais integrais, leguminosas e laticínios desnatados. Mas nada impede que esse tipo de alimento seja incluído na alimentação de forma moderada e adequada. Lembrando: a escolha de alimentos in natura e preparações caseiras são melhores que os alimentos ultraprocessados.

Diabéticos podem consumir frutas? Existe algum tipo especifico que deva ser evitado?

Sim. Não há fruta proibida para quem tem diabetes. A não ser para quem tem alguma complicação renal. Existem frutas com índice glicêmico mais elevado, ou seja, que aumentam a glicemia mais rapidamente, como o melão e a melancia. Mas também não são proibidas. O mais importante é controlar o tamanho da porção, ingerir uma fruta média por vez ou porção picada de em torno de 150g. Há muitos mitos por trás da banana, laranja, manga, caqui e uva, mas não há fundamentos, pois tratam-se de frutas de médio e baixo índice glicêmico.

Diabéticos podem consumir bebidas alcoólicas?

As bebidas alcoólicas podem ser ingeridas desde que dentro do uso moderado, ou seja, até 1 dose por dia para mulheres e até 2 doses para homens. Dessa forma não trará prejuízos para quem tem diabetes. Principalmente para quem usa insulina, é importante monitorar a glicemia e ingerir algum carboidrato conjuntamente para não haver risco de hipoglicemia pelo consumo do álcool.

Os carboidratos são os grandes vilões para quem tem diabetes?

Não. As diretrizes clínicas para um bom controle glicêmico e saúde em geral demonstram que os carboidratos devem ser a base da alimentação, provendo de 45 a 60% do valor energético total ingerido por dia. O que se deve observar é de não haver grande concentração dos mesmos na mesma refeição, respeitando um controle de porções de acordo com as necessidades nutricionais individuais.

Pessoas com diabetes podem consumir alimentos dietéticos livremente?

Não. Os alimentos dietéticos podem ajudar em algumas vezes, pois tratam-se de alimentos com restrição de algum nutriente, na maioria dos casos o açúcar adicionado, o que pode resultar em um produto com menor teor de carboidratos. Mesmo assim, ele só afetará menos a glicemia, se for consumido em quantidades controladas. Porém, há casos em que a retirada do açúcar requer inclusão de outro carboidrato ou nutriente, podendo manter teor final semelhante de carboidratos ou até mais quantidade de gorduras totais. Com isso, vale sempre a leitura cuidadosa do rótulo e tabela nutricional para saber o quanto aquele alimento é adequado e se vale a pena ser consumido.

Recomendações

O diabético pode estar fazendo uma dieta correta e rica em alimentos saudáveis, mas, se exagerar nas porções, estará caminhando na direção oposta. O excesso de calorias é nocivo ao diabético, mesmo que ele esteja comendo os alimentos mais indicados.

Colunista: Médico Center 28 maio, 2019 0 Comentários

Palavras-Chaves:


Últimas do Blog

Mitos, verdades e dicas de alimentação para diabéticos

Uma dieta deve variar de acordo com o quadro de cada pessoa, isso também ocorre com pessoas diabéticas. Existem mu...

Continuar Lendo »

Remédio para pressão alta ajuda a prevenir demência, diz estudo

Um estudo realizado entre 774 homens sugere que a ingestA?o de betabloqueadores pode reduzir o risco de demA?ncia. O med...

Continuar Lendo »

Casca de romã previne o mal de Alzheimer, mostram pesquisas da USP

Uma pesquisa realizada na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), da Universidade de SA?o Paulo, em Pira...

Continuar Lendo »
Agendamento por Whatsapp